fbpixel
Etiquetas:, ,
0
(0)

A placa Raspberry PI é um microcontrolador muito potente amplamente utilizado em retrogaming ou como servidor. O microcontrolador Raspberry Pi é simples de usar. Vamos descobrir neste tutorial.

Material

  • Computador
  • Ecrã
  • Cabo HDMI
  • Teclado
  • Raspberry PI 3
  • Cartão Micro SD
  • Mouse
  • Carregador micro USB B

Instalação do software

Faça o download do arquivo NOOBS .ZIP no síte oficial do Raspberry Pi.

Terminado o download, extraia o arquivo .ZIP para uma pasta NOOBS.

Formate o seu cartão SD utilizando o software SDFormatter.

Em seguida, copie todos os arquivos da pasta para o cartão.

Remova o cartão SD do seu computador com segurança e insira-o no Raspberry PI.

Conecte o ecrã, o teclado e o mouse à placa Raspberry PI.

Ligue a placa à alimentação com o carregador. O NOOBS inicia-se automaticamente e pede que selecione um sistema operacional para instalação. Escolha o Raspbian.

Configuração do Raspberry Pi

Uma vez instalado o sistema operacional, a área de trabalho é exibida.

A ferramenta mais importante a se conhecer no Linux é o Terminal. O ícone pode ser encontrado no canto superior esquerdo do ecrã (ou use Ctrl+Alt+t).

Para verificar a versão do sistema operacional instalado, abra um terminal e digite o comando cat /etc/os-release. Deverá aparecer o seguinte texto (ou similar):

Estas informações serão úteis em caso de problema de compatibilidade.

Dependendo do seu ecrã, o texto pode não ser exibido corretamente. Neste caso, é necessário alterar a resolução do ecrã. Para isso, usaremos a ferramenta de configuração raspi-config.

Digite sudo raspi-config num terminal e um menu deverá aparecer. As configurações de resolução estarão em Advanced Options > Resolution. Se o menu não aparecer, é preciso atualizar a ferramenta selecionando Advanced Options > Update. Depois de atualizada, a ferramenta será exibida novamente, agora com a opção de resolução.

Depois de definir a resolução, reinicie o seu Raspberry Pi seguindo as instruções da ferramenta ou digitando o comando sudo shutdown -r now. O Raspberry Pi deverá reiniciar com a resolução correta.

Comandos para saber

  • Instalar um software: sudo apt-get install <package_name>
  • Atualizar o sistema operacional: sudo apt-get udpate e depois sudo apt-get upgrade
  • Reiniciar o Raspberry Pi: sudo shutdown -r now ou sudo reboot
  • Desligar o Raspberry Pi: sudo shutdown -P now ou sudo halt

Usando o Geany

O Raspberry Pi é fornecido com o software Geany, que permite executar o programa diretamente na placa. Para escrever o programa em Python :

  • Abra o Geany
  • Crie um arquivo novo
  • Em Documento > Definir tipo de arquivo > Linguagem de Script, selecione Arquivo fonte Python

O script python precisa de no mínimo duas linhas de código em bash para compilar:

  • onde encontrar python
  • qual codificação utilizar

Carregar o código na placa

O código é escrito diretamente na placa, então só resta executá-lo. Ele pode ser executado diretamente a partir do software Geany com a tecla F5.

Para lançar um script python quando o Raspberry é ligado, é preciso modificar o arquivo rc.local digitando o seguinte comando no terminal:

sudo nano /etc/rc.local

e acrescentando, antes da linha “exit 0”, o caminho do arquivo seguido do seu nome (ex: python /home/pi/myFiles/myPrgm.py).

Para verificar se o script foi lançado, introduza o comando:

ps -aef | grep python

Uma lista de processos será exibida. Por exemplo:

pi 1371 1358 0 10:31 pts/0 00:00:00 grep –color=auto python

Se quiser parar o script, anote o ID do processo (em vermelho, acima) e introduza o comando (sendo XXX o ID do processo):

sudo kill -9 XXXX

Nota sobre a linguagem Python

A linguagem de programação normalmente utilizada no Raspberry PI é a Python (embora outras também sejam possíveis, como Java, Javascript, C/C++). É importante notar que esta linguagem utiliza tabulações para hierarquizar as linhas de comando (semelhante ao {} em C).

Biblioteca

Uma ferramenta muito poderosa nas linguagens de programação em geral são as bibliotecas. Elas contêm um conjunto de funções e classes para utilizar ao escrever os seus programas. Assim se evita fazer novamente algo que outra pessoa já fez (e muitas vezes, melhor).

Para importar uma biblioteca: import <library_name>.

Para usar uma função de biblioteca, escreva: <library_name>.<function_name>.

Também pode importar certas funções de uma biblioteca da seguinte forma: from <library_name> import <function1_name>,<function2_name>.

Neste caso, para utilizar a função, basta escrever <function1_name>.

Para importar todas as funções de uma biblioteca: from <library_name> import *

Variáveis e configurações

Em python não existe uma palavra-chave específica para definir variável ou constante. A primeira atribuição de variável define o tipo.

nom_variable = valeur_intiale

Também pode criar as suas próprias palavras-chave: essas são as classes.

Funções

Em geral, as funções se definem quando uma parte do código é utilizada várias vezes no mesmo programa. Em Python, as funções são definidas com a palavra-chave def.

def nomFonction(entree):   
    """write code here"""
    return  sortie 

Uma função pode ser definida sem entrada e sem saída

def nomFonction():
    print("Execute function")

Um valor padrão pode ser atribuído à entrada de uma função, o que permite caracterizá-la como sem configuração.

def nomFonction(entree=5):
    return entree

print(nomFonction()) #return 5
print(nomFonction(1)) #return 1

Estrutura de condição

Uma vez definidas as variáveis e funções, é preciso dizer ao programa o que fazer com elas. Para isso, utilizamos estruturas de condição.

As mais utilizadas são:

  • if…else…

“Se esta condição for verdadeira, eu faço isto; se não, eu faço aquilo”.

Ex:

value=0
if value<=20:
	print("Value is lower or equal to 20")
else:
	print("Value is greater than 20")
  • for

“Para esta sequência numérica eu faço isto”

Ex:

for i in range(20):
	print("This iteration i = {}".format(i));
  • while

“Enquanto esta condição for verdadeira, farei isto”.

Ex:

while value<10:
	print("Code in the while loop is executed")
	value+=1
print("This code is executed after the while loop");

Listas

É possível criar listas contendo diversas variáveis de diferentes tipos.

myList=[] # définie une liste vide
myList.append("a") # ajoute le caractère "a" à la fin de la liste
myList= [1,5,6,9,8]
len(myList) #pour connaître le nombre d'éléments de la liste.

Para navegar pelos elementos de uma lista, utilize o loop for.

for i in range(len(myList)):
      print(myList[i])

Ou equivalente:

for e in myList:
      print(e)

Se quiser usar o elemento e o seu índice, use a função enumerate.

for i,e in enumerate(myList):
      print("index {} : element {}".format(i,e))

Para mais informações sobre as listas, veja este link.

Você pode testar e combinar estas expressões para obter as funcionalidades que deseja.

Se tiver algum problema na configuração do seu Raspberry Pi ou se achar que faltou alguma informação, escreva-nos um comentário ou envie uma mensagem.

Próximos passos

Fontes

Retrouvez nos tutoriels et d’autres exemples dans notre générateur automatique de code
La Programmerie

How useful was this post?

Click on a star to rate it!

Average rating 0 / 5. Vote count: 0

No votes so far! Be the first to rate this post.

As you found this post useful...

Follow us on social media!

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!

Tell us how we can improve this post?