fbpixel
Etiquetas:
0
(0)

A EEPROM é uma memória interna do microcontrolador ESP32 que permite manter os dados na memória depois de reiniciar a placa. Quando trabalhamos com microcontroladores, é interessante manter os dados na memória, especialmente quando a placa desliga, por vontade nossa ou não, como no caso de uma queda de energia.

Material

  • Computador
  • NodeMCU ESP32
  • Cabo USB A Macho/Micro B Macho

Princípio de funcionamento

O microcontrolador ESP32 tem uma zona de memória Flash com a qual se pode estabelecer interfaces, como a EEPROM de um Arduino, para manter os dados na memória mesmo depois que a placa é desligada. É importante observar que a EEPROM tem tamanho e vida útil limitados. As células de memória podem ser lidas tantas vezes quanto necessário, mas o número de ciclos de gravação é limitado a 100.000. É aconselhável atentar ao tamanho dos dados armazenados e à frequência com que se pretende atualizá-los. A memória EEPROM pode armazenar 512 valores de 0 a 255, ou 128 endereços IP ou etiquetas RFID.


Se quiser armazenar os dados de um conjunto de sensores para traçar gráficos em tempo real, é melhor optar por um módulo de cartão SD.

Código com a biblioteca da EEPROM

Para criar interfaces com a EEPROM do ESP32, podemos utilizar a biblioteca EEPROM.h como para o Arduino, mas com duas diferenças: antes de utilizar a função, devemos inicializar o tamanho da memória com begin(); além disso, a função update não existe, mas a função write é equivalente à update, ou seja, um valor só é modificado se for diferente do já registrado.

  • begin() a inicializar o tamanho da memória
  • write(), a se adaptar conforme o tipo de variável, para escrever
  • read() para ler
  • as funções put() e get() podem ser utilizadas da mesma forma

Outras funções de biblioteca podem ser úteis conforme a sua utilização da EEPROM.

//Libraries
#include <EEPROM.h>//https://github.com/espressif/arduino-esp32/tree/master/libraries/EEPROM

//Constants
#define EEPROM_SIZE 12

void setup() {
  //Init Serial USB
  Serial.begin(115200);
  Serial.println(F("Initialize System"));
  //Init EEPROM
  EEPROM.begin(EEPROM_SIZE);

  //Write data into eeprom
  int address = 0;
  int boardId = 18;
  EEPROM.write(address, boardId);//EEPROM.put(address, boardId);
  address += sizeof(boardId); //update address value

  float param = 26.5;
  EEPROM.writeFloat(address, param);//EEPROM.put(address, param);
  EEPROM.commit();

  //Read data from eeprom
  address = 0;
  int readId;
  readId = EEPROM.read(address); //EEPROM.get(address,readId);
  Serial.print("Read Id = ");
  Serial.println(readId);
  address += sizeof(readId); //update address value

  float readParam;
  EEPROM.get(address, readParam); //readParam=EEPROM.readFloat(address);
  Serial.print("Read param = ");
  Serial.println(readParam);

  EEPROM.end();
}

void loop() {}

Resultado

Os valores lidos correspondem aos valores salvos. Pode remover a parte de escrita e executar o código novamente para verificar que os valores estão guardados na memória.

Bônus: Uso da biblioteca Preferences

Uma solução mais recente para criar interface com a EEPROM do ESP32 é usar a biblioteca Preferences. A grande diferença em relação à biblioteca da EEPROM é que, nos lugar dos endereços de memória, são usadas palavras-chave para dar conta das variáveis. As palavras-chave devem ter no máximo 15 caracteres e devem ser únicas.

As funções a saber são:

  • putInt (dependendo do tipo de variável) para escrever a variável na memória
  • getInt( dependendo do tipo de variável) para ler a variável
#include <Preferences.h> //https://github.com/espressif/arduino-esp32/tree/master/libraries/Preferences

Preferences preferences;

void setup() {
  Serial.begin(115200);
  Serial.println();
  Serial.println(F("Initialize System"));
  int boardId = 18; 
  float param = 26.5;
  
  //init preference
  preferences.begin("myfile", false);
  //preferences.clear(); // remove all preferences in namespace myfile
  //preferences.remove("varname");// remove varname in the namespace


  preferences.putUInt("boardId", boardId);
  preferences.putFloat("param", param);

  unsigned int readId = preferences.getUInt("boardId", 0); // get boardId or if key doesn't exist set variable to 0
  Serial.print("Read Id = ");
  Serial.println(readId);
  
  float readParam = preferences.getFloat("param", 0); //
  Serial.print("Read param = ");
  Serial.println(readParam);
  
  preferences.end();
    
}

void loop() {}

Aplicações

  • Salvar o ssdi e a palavra-passe da rede Wifi na memória do ESP32

Fontes

Retrouvez nos tutoriels et d’autres exemples dans notre générateur automatique de code
La Programmerie

How useful was this post?

Click on a star to rate it!

Average rating 0 / 5. Vote count: 0

No votes so far! Be the first to rate this post.

As you found this post useful...

Follow us on social media!

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!

Tell us how we can improve this post?